segunda-feira, 7 de junho de 2010

NOITE QUENTE BRASIL-ANGOLA

Gostaria de convidar a todos para esta festa!!!!



confiantemente...

Hebreus 4:16
"Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna."

Essa foi a minha meditação hoje pela manhã e quero compartilhá-la com vocês!
Muitas vezes nos esquecemos que no Senhor achamos graça, misericórdia e socorro. Tentamos resolver nossos problemas, é comum tentarmos fazer as coisas certas no tempo em que achamos certo.
A nossa vida é cheia de decisões imediatas, em todo o tempo temos que decidir por onde ir, o que fazer e como fazer. E não é possível ficarmos parados diante das decisões esperando que, em cada uma delas, uma voz celestial nos diga exatamente o que fazer.
Porém, este texto de Hebreus nos fala que nós temos um sumo-sacerdote à nossa disposição. O versículo anterior a este que transcrevi (15) fala que este sumo-sacerdote, referindo-se a Jesus, não está alheio às nossas fraquezas, ele se "compadece" delas.
Por isso a necessidade de nos achegarmos a Ele! A Jesus. Nos achegarmos em todo o tempo a este Trono da Graça! Ao trono do próprio Deus!!
Quanto mais próximos do Trono de Deus estivermos em nosso dia-a-dia. Pedindo (ainda que em pensamento) ao Senhor que nos ajude em nossas decisões. Lembrando-nos em todo o tempo de Seus mandamentos e nos esforçando para cumpri-los nas mínimas coisas. Aí sim, a misericórdia, a graça e o socorro estarão ao nosso lado. Em tempo oportuno! Em todo o tempo!
Deus nos abençoe muito!!!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

    Olá, pessoal. Deus andou me falando algumas coisas (sobre a minha vida, primeiramente) e eu gostaria de compartilhar com vcs um pouco...
    Espero que Deus fale ao teu coração em relação a tudo isso, conforme a vontade dEle.
    Sabem, às vezes nós tentamos criar nossas próprias verdades. O que isso significa? A gente se convence plenamente de que estamos certos em relação a algo, criamos nossa verdade, argumentamos e pronto acabou.
    Mas Jesus, quando disse à mulher do poço que o Pai procura adoradores que o adorem em espírito e em VERDADE, Ele estava se referindo à VERDADE de Deus. Não à nossa!
    Por exemplo, se alguém nos magoa (ali pela 2ª ou 3ª vez), nós criamos uma verdade em cima disso.
    A gente sempre fala assim:
    - "olha, pra mim já deu! Já é a 3ª vez que o fulano pisa na bola comigo. Agora não dá mais! Já chega! Vou deixar ele pra lá! Não quero mais saber! Ele lá e eu aqui!!! Chega!"
    Essa é a nossa verdade, dita, argumentada e decidida!!!
    Mas... mas... essa não é a verdade de Deus para nós!!!
    Gente, como eu tenho visto pessoas que não perdoam! Ficam magoadas por qualquer coisa e, o pior, além de ficar magoadas, não perdoam!!
    E dizem exatamente o que eu relatei acima, no exemplo. Não perdoam!!!
    Mas a verdade de Jesus é muito clara na Bíblia. Em Mateus 18:22, o próprio Jesus diz: "não sete, mas setenta vezes sete!", ou seja 490 vezes. Eu tenho que perdoar 490 vezes (alguns dizem, ao dia - Se fosse por dia, seria +- 1 vez a cada 3 minutos - façam as contas) E o texto, nos versículos anteriores diz: "se o teu irmão pecar contra ti!" Ou seja "II", não é pra esperar até que ele venha e peça perdão!! (talvez ele nunca vá pedir perdão, mesmo assim, nós temos que perdoar!)
    Essa é a verdade de Deus!!!
    Mas talvez você ainda possa dizer:
    - "ah, na verdade, eu perdoei aquele indivíduo. Eu não tenho mais nada contra ele. Eu só não quero mais conversa com ele! Só não quero mais ele por perto! Quero que ele fique na dele e eu na minha!
    Essa é outra "verdade" que criamos na nossa cabeça!
    A verdade de Deus é outra. A palavra perdão significa: "absolvição de uma culpa". Ou seja, se eu perdoei, eu esqueci e comecei do zero! Acabou, ele não tem mais culpa!!
    Já imaginou se Deus usasse as nossas "verdades" conosco?!?!? !?!?
    Seria mais ou menos assim:
    A gente peca, pede perdão ao Senhor e ele diz:
    - "olha, eu te perdoo! Não tenho mais nada contra você. Só que... como é a zilhonésima, quinquentésima, trocentésima vez que você peca, eu (Deus) não quero mais saber! A partir de agora vai ser assim: você fica na tua (inferno), sem mim, e eu fico na minha (vida na eternidade).
    Alguém quer ser reflexo de Cristo?!?? Alguém quer ser adorador verdadeiro (nas VERDADES DE DEUS)?!??
    Alguém quer ser chamado filho de Deus!?!?!?! Alguém quer desfrutar da eternidade de Deus?!?!?!?
    Precisamos rever nossas "verdades".. ..
    Que Deus nos abençoe muito....

    Fabiano








PS: Provérbios 12:15 diz: "O caminho do insensato aos seus próprios olhos parece reto, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos."

segunda-feira, 3 de maio de 2010

volta à ativa...

Estou trazendo à ativa o meu blog, novamente...
Vou postar textos que escrevi (alguns que há alguns meses mandei para alguns amigos). Agora vou disponibilizá-los todos aqui...
Espero que Deus abençoe a todos!!!

Fabiano

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Alexandre Khalil e Adoradores - Ass. de Deus Bom Retiro - 21/fev



Alexandre Khalil e Adoradores
Ministração na Assembléia de Deus Bom Retiro em São Carlos.
Foi benção demais...

domingo, 17 de janeiro de 2010

Assim é o nosso Deus!



Muitas vezes um exemplo vivo vale mais que mil palavras.
Nas Olimpíadas de 92, em Barcelona, os expectadores viram um exemplo vivo de amor de Deus pelos seus filhos.
Naquele ano, Derek Redmond da Grã-Bretanha estava por alcançar o sonho de toda a sua vida, ganhando a medalha de ouro na corrida de 400 metros.
Quando foi dado o tiro de largada para as semifinais, Derek Redmond sabia sem dúvida alguma que ele corria a corrida da sua vida.
Mas então tragicamente, um estiramento na perna direita o jogou desajeitadamente com o rosto no chão na parte mais difícil da corrida. Movido por uma enorme força de vontade ele se esforçou para ficar em pé e se arrastou desesperadamente em direção a linha de chegada. De repente, um grande homem de camiseta, pulou das arquibancadas, furando a segurança, alcançou o corredor ferido.

Jim Redmond passou os braços ao redor do seu filho.
“Filho, você não precisa fazer isso,” ele disse.
“Sim, papai, eu preciso.” Respondeu.
“Muito bem, então vamos terminar a corrida juntos,” disse o homem mais velho.


Foi isso que eles fizeram. Permanecendo ao seu lado por toda a corrida. Freqüentemente amparava seu filho, que escorava a cabeça em seus ombros. E assim chegaram ao final da corrida, enquanto a multidão se ajuntava, chorando e dando bravo!
Derek Redmond não ganhou a medalha de ouro naquele dia, mas ele terminou a corrida com a certeza de ter um pai que o amava muito para ficar nas arquibancadas, ao longe, vendo o sofrer. Um pai que furaria qualquer segurança para fazer parte de sua corrida. Este é o tipo de Pai celeste que temos.

Um Pai que nos ama demais para ficar lá do céu assistindo-nos falhar e cair. Um pai que quer fazer parte de nossa corrida, correndo ao nosso lado. Em cada passo da jornada, até que cheguemos seguros ao nosso lar.
Extraído da cantata Experiência com Deus
http://www.youtube.com/watch?v=HiW1HcQf2As - vídeo de Derek Redmond


Preciso comentar?!?
GBY (God bless you)

Fabiano

ESTE TEXTO FOI POSTADO EM MEU ANTIGO BLOG NO DIA 01/06/2009.


colunas...



Êxodo 13:21 - "E o SENHOR ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os iluminar, para que caminhassem de dia e de noite."



        De dia: coluna de nuvem guiava pelo caminho e protegia do calor intenso no deserto.
        De noite: coluna de fogo guiava pelo caminho, iluminava e aquecia no frio intenso do deserto.

Provavelmente, quando as colunas (de nuvem e de fogo) se movia, o povo entendia que deveria andar e quando elas paravam, o povo entendia que era tempo de parar.

Deus queria mostrar ao povo, primeiramente o Seu cuidado para com eles, protegendo-os de dia e de noite.
Eles haviam saído do Egito (sua casa, apesar da escravidão), tinham deixado tudo para trás, tudo o que haviam construído. Não muito diferente de nós - Deus nos tirou do Egito (mundo sem Deus) e nos trouxe para o deserto (mundo com Deus) com a finalidade de chegarmos na Terra da Promessa (vida eterna no céu).

Outro propósito de Deus era guiá-los. Era mostrar que Ele sabia o caminho. Ele queria ensinar o povo a depender dEle para andar, na hora de andar e parar, na hora de parar.
Também deve ser assim conosco na caminhada cristã. Ele quer nos ensinar a hora certa das coisas - hora de andar, hora de parar, hora de falar, hora de se calar, hora de receber um "SIM", hora de receber um "NÃO". (Eclesiastes 3:1-8, Provérbios 16:1 e 16:9).

Algumas perguntas:
1) Nós já saimos totalmente do Egito? Já deixamos tudo para trás? Já aprendemos a ter apenas a coluna de nuvem, de dia e a coluna de fogo, à noite?
2) Sabemos ouvir e obedecer a voz de Deus, quando Ele nos diz: vai! Ou quando Ele nos diz: pára! Ou quando nos diz: SIM! Ou quando nos diz: NÃO?

GBY (God bless you)

Fabiano



ESTE TEXTO FOI PUBLICADO EM MEU ANTIGO BLOG NO DIA 27/05/2009